07/02/2014

Outra vez, tudo de novo

Vai começar.

Marcada para 15/02, a abertura do Circuito Estadual da Federação de Gaúcha de Judô acontecerá no Ginásio São Luiz, em Canoas. 

Após o retorno das férias - merecidas, diga-se de passagem - , aproxima-se o momento tão esperado: a primeira competição do ano.
A ansiedade que antecede este momento é diferente de todas as outras etapas do Circuito. Afinal, passaram-se 2 meses do Campeonato Estadual. No caso da Laura, algumas adversárias agora já são sub 18, outras que eram sub 13 no ano passado, neste também serão sub 15. Algumas subiram ou baixaram de peso. Em resumo: não se sabe exatamente com quem nossos filhos irão lutar.

Para as mães neuróticas  fanáticas, como eu, vale tudo: analisar resultados do ano anterior das classes e categorias inferiores pra ter uma ideia de quem talvez possa subir. Olhar as fotos das prováveis adversárias nas redes sociais, tentando adivinhar quanto estão pesando. Perguntar ao vivo, na caradura, em qual peso a menina vai lutar.

É preciso esclarecer: essa ansiedade e curiosidade são MINHAS. Eu me preocupo, eu perco tempo, eu preciso saber. Já a Laura, pouco se importa. Obviamente, rola uma curiosidade em saber quem serão as oponentes, mas até ela acha meu comportamento bastante exagerado. Mas... que atire a primeira pedra a mãe que nunca fez isso, ao menos uma vez.

Com o início das competições (e também a volta às aulas), retomamos nossa rotina diária: acordar cedo, dormir tarde, cansar muito, treinar forte todos os dias, controlar o peso, abdicar do lazer e, sobretudo, reafirmar o amor pelo esporte. 
Outra vez, tudo de novo - que bom!


vem com tudo, 2014!!!


6 comentários:

  1. Realmente, que bom. Principalmente quando vemos o sucesso chegar...

    ResponderExcluir
  2. Muito bom tudo de novo! Estamos na expectativa! Belo texto. Boa sorte para nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado, Lise!
      boa sorte pra todos nós!
      <3

      Excluir
  3. Saudade das competições,de Td essa adrenalina,assim como vc Carol fico mt mais ansiosa do q a Vi,ela nem ta preocupada,deixa p pensar no adversário nos últimos dias....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é Andrea... mas, ainda bem, que elas não são como nós!
      melhor uma mãe nervosa do que uma atleta, né?
      ;)

      Excluir

Gostou do texto? Rolou uma identificação? ;)
Deixe seu recado para nós!